sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Lula, o Bilateralista Peregrino...

,
Lula é um ausente contumaz. Levando-se em consideração que o ano de 365 dias terá pouco mais do que 240 dias úteis, o fato de o presidente não encontrar-se no batente por 154 dias desses 240 é sinal que tem muita coisa errada.
Acompanhemos o quadro abaixo e veremos que as faltas ao expediente do comandante supremo da nação, foram certamente um tempero forte para encontrarmos o país neste estado de anarquia em que se encontra.
Para entender o quadro, constam em cada célula, em cima a quantidade de dias passados em viagem/em baixo a quantidade de cidades e países visitados, sempre nessa ordem e por ano, com uma totalização por ano e geral.
Na coluna da esquerda, E significa exterior, I significa viagem interna e T, o total.

2003
2004
2005
2006
2007
2008
Total
E
62/
31
50/
21
58/
26
34/
18
70/
39
72/
35
346/
170
I
92/
51
87/
74
77/
69
75/
72
71/
65
82/
74
484/
405
T
154/
81
137/
95
135/
95
109/
90
141/
104
154/
109
830/
575
Olha, com informações do site do planalto, verificamos que o presidente metalúrgico, nesses 6 anos de governo ficou 830 dias fora de sua cadeira, ou seja, 2 anos e 110 dias, ou seja ainda, 28 meses gazeando a aula de democracia que o PT quer ensinar ao abobado brasileiro.
São 575 pousos e decolagens do aerolula. O alienado petista dirá que é necessário para firmar o nome do país no exterior e do chefe do executivo nos municípios. Ledo engano e temos relações exteriores para a primeira réplica e ministros e legislativo da base aliada para o segundo contraditório.
E para falar em mesquinharias, sem levar em consideração o presidente fujão, agora você multiplica 575 viagens de no mínimo 50 participantes e mais gastos de manutenção e abastecimento de todas as aeronaves e viaturas desses encargos, teremos uma ótima chance de resgatar a política salarial dos milhares de funcionários públicos que desde 1993 que não recebem qualquer reajuste salarial.
Brasil, um país de tolos.

Nenhum comentário: