quarta-feira, 16 de julho de 2008

O Que Não se Faz por Uma "Boquinha" em Paris???

.
Orlando Brito
Foto
Lula se livrou rapidamente do abraço de Cristovam, autor da lei que fixou piso de R$ 950 para os professores.

A solenidade em que o presidente Lula sancionou diversas leis, nesta tarde, no Palácio do Planalto, foi marcada pelo constrangimento no momento da assinatura da lei que estabelece piso salarial de R$ 950 para professores de nível médio. Ele elogiou várias personalidades presentes e, ignorando o autor da lei, ninguém menos que seu ex-ministro da Educação Cristovam Buarque, senador pelo PDT-DF, Lula convidou Garibaldi Alves (PMDB-RN) a falar 'em nome do Senado'. O presidente do Senado disse, então, com elegância, que essa tarefa somente poderia ser desempenhada por Buarque, que afinal é o autor da lei, pela qual luta há anos. O senador pedetista fez um breve discurso e, ao cumprimentar Lula, foi alvo de uma descortesia rara: o presidente logo se livrou do abraço, dando-lhe as costas. Não é a primeira vez que Buarque é vítima da grosseria palaciana: ele era ministro da Educação e fazia uma viagem oficial a Lisboa quando foi demitido por telefone, com humilhação, por meio do secretário particular de Lula, Gilberto Carvalho.
Fonte:  Claudio Humberto - 16 Jul 08
COMENTO: Em outras oportunidades o senador do DF já sofreu humilhações iguais, mas seu sonho em ser nomeado para um cargo da UNESCO, em Paris, faz com que continue se humilhando e "rastejando" aos pés do batráquio barbudo. Ao final, eles se merecem!!!!

Nenhum comentário: