domingo, 20 de julho de 2008

Brasil Vive Uma Tragédia

.
Para quem tem um mínimo de responsabilidade neste País não deve ter dormido nos últimos dias. As notícias estampadas pelas TV, o que é divulgado pelos rádios e pelos artigos de jornais, deixam em baixo astral à cidadania. Para onde vamos? Acabou-se tudo? Parece que sim e sem luz de retornoNuma bela solenidade militar, de passagem funcional, no Gabinete do Comandante do Exército, dia 11 de julho último, o general, na sua alocução de despedida, frisou que o mais importante na vida “É A DEFESA DA HONRA; É A LUTA PELA VERDADE” e se não estamos enganados, ressaltou, também, “O AMOR À INSTITUIÇÃO A QUE PERTENCE – O EXÉRCITO”. Era o velho chefe se despedindo e levando aos subordinados a sua emocionante palavra de AMOR AO BRASIL E AO HOMEM VERDADEIRO. Lágrimas nos olhos de muitos, pois no salão, os presentes vibravam com amor à Pátria e amizade ao chefe que partia. Que diferença entre o primeiro parágrafo e o segundo. No primeiro, a descrença, e, no segundo, A ESPERANÇA E A DIGNIDADE. Vamos analisar o primeiro: TRISTE PAÍS onde homens corruptos o governam. De tudo que vamos falar não nos interessam nomes nem estamos interessados neles e sim mostrar a TRAGÉDIA que vivemos. Se citamos pessoas é porque estão na Imprensa. DANIEL DANTAS e suas implicações. O relatório da Polícia Federal é de uma clareza franciscana. Coloca à nu a miséria que grassa no âmbito do governo. Quem quiser ter seu estômago embrulhado procure o site: www.conjur.com.br. Nomes que se arrastam ao longo dos últimos anos na politicagem brasileira estão juntos: Gilberto Carvalho, Dirceu, Dilma, Greenhalgh, Evanice, e outros, e outros. São pessoas até secundárias na lama podre do Poder Brasileiro. A TRAGÉDIA é o envolvimento dos Chefes dos três PODERES constituídosA tétrica reunião no Palácio da Alvorada, do Presidente da República, do presidente do STF, dos Ministros da Justiça e da Defesa, projetou o sinal da TEMPESTADE que abala a Nação. Por que o Ministro da Defesa presente e de cabeça baixa? Qual a razão da ida do presidente do STF ao Palácio? E A MAJESTADE DA JUSTIÇA? Nunca neste pobre País a JUSTIÇA ajoelhou-se aos pés do Executivo. A LITURGIA DO CARGO, símbolo do PODER foi jogada nas latrinas da podridão. O GRUPO GUARARAPES, não mais se preocupa com tanto roubo dentro do governo ou fora do governo, pois todos os homens responsáveis sabem que é o próprio governo, nos seus três PODERES, que protege grandes e pequenos ladrões. As CPMI não andam porque juntos estão as cúpulas dos PODERES em defesa dos corruptos. Os seus líderes não são escolhidos por serem brilhantes, mas pela capacidade de jogarem o jogo bruto da corrupção. Já assistimos o afastamento dos Presidentes do Senado e da Câmara por atos inconfessáveis. Num País meio sério estariam presos. Aqui assistimos o Presidente da República defendê-los em público. Faltava a desmoralização completa do JUDICIÁRIO. Agora, acabou-se a última esperança. O PODER JUDICIÁRIO desceu ao mais baixo nível da podridão humana. O PRESIDENTE DO STF, SACROSSANTO PODER JUDICIÁRIO, vai a um canal de TV e se sujeita discutir com um funcionário do Executivo. ACABOU-SE A MAJESTADE DA JUSTIÇA. A LITURGIA DO CARGO FOI JOGADA NA LAMA DA CORRUPÇÃO GERAL. QUANTA HIPOCRISIA no esdrúxulo encontro de “Poderes”! NÃO PARA SALVAR O BRASIL, MAS PARA SALVAR OS MALFEITORES.
O BRASIL QUE VÁ ÀS FAVAS
 Fonte:  Grupo Guararapes
.

Nenhum comentário: